15/04/2018

Café

Na sua mamadeira havia café. Não era o líquido branco tão corriqueiro, encontrado normalmente nos lares. Seu líquido era negro... Amargo. Não sei precisamente o quanto era adoçado, mas sua essência era amarga. Quando se experimenta desse gosto, e especialmente desde muito cedo, o paladar não é o mesmo. De alguma maneira essa função sensorial atinge a outras competências e assim os cincos sentidos são influenciados.
O amargo entrou pelos seus poros. Talvez isso explique um pouco da sua personalidade amarga, nivelada com doses de pessimismo.

18/01/2018

Reações

Alguns xingam Deus e o mundo, outros enfrentam quem nem esperava ser enfrentado... Brincam com quem estava quieto.
Uns fecham a cara, como um dia que nos oferece nuvens negras... Outros se abrem tanto que dá até medo de estragar tudo... Com chuva. 

21/12/2017

Cinza humano

Quando seu corpo cinza já se confunde com o chão do asfalto, ou com as paredes dos prédios... Como chamar atenção?
Quando o vazio do silêncio se mistura com a poluição sonora ao seu redor... Um grito não traria uma solução.
Seu corpo anda em ziguezague... Há buracos que são atravessados por corpo humano. Seriam estes como aqueles de animais? Escondidos atrás do armário desde muito tempo... Intacto objeto que absolve segredos da parede... Ao contrário, o segredo humano não é velado e pode ser visto a olho nu... Numa verdade crua... Poucos digerem... Muitos engolem a seco...
O corpo humano então decide adentrar ao buraco e numa questão de segundos viu sua vida por 110 km.